RUAS

A rua que resgata a experiência da diversidade, possibilitando a presença do forasteiro, o encontro entre desconhecidos, a troca entre diferentes, o reconhecimento dos semelhantes, a multiplicidade de usos e olhares, segundo o antropólogo José Guilherme Magnani, em seu texto “Rua, símbolo e suporte da experiência urbana”.A revalorização das ruas, pelos cidadãos, com projetos como o “Rua Aberta” aos omingos, com a Avenida Paulista e o Elevado Costa e Silva (o Minhocão), a requalificação de ruas como a Rua Avanhadava, têm mostrado a importância da recuperação da experiência social entre o homem e a rua e do estreitamento das relações de identidade e empatia que criamos com as vias da cidade a partir do momento em que traçamos no nosso “mapa mental”. O taçado da cidade é definido por suas vias, nós as utilizamos diariamente ao nos deslocarmos de um lugar para o outro, as reconhecemos pelas suas edificações e monumentos adjacentes, mas, assim como nos lembra Jane Jacobs, em seu livro “Morte e Vida nas Grandes Cidades”, não devemos tratá-las apenas como conexões entre dois pontos na cidade, é necessário que revitalizemos e revalorizemos o uso das ruas, já que elas são nossa maior área pública em uso, transformando-as em espaços para as pessoas e não apenas espaços para trajetos diários. A Soul Urbanismo contribui na transformação do espaço urbano realizando projetos de intervenção urbana, readequando e requalificando ruas. Nosso compromisso está em criar espaços que gerem urbanidade, trazendo mais vida e respeito às cidades.