rs593-abertura-ii

A cidade e seus rios

São Paulo é cortado por dois grandes rios, o Pinheiros e o Tietê, e frequentemente quando nos aproximamos deles somos surpreendidos pelo mal cheiro e pela paisagem triste de um rio sem vida, sem mata ciliar e repleto de detritos.

 

A margem do Rio Pinheiros recebeu ciclovia e estação de trem de um lado, o que de uma certa forma auxilia o transporte urbano, mas também os usuários sofrem com o desconforto que um rio poluído pode causar. Já o Rio Tietê tem uma paisagem mais triste, alguns trechos da sua margem foram concretados e a expansão da marginal removeu vegetações, deixando uma extensa área com aspecto insalubre.

 

O Rio Tietê é um dos rios mais importantes e possui uma longa e bonita trajetória rumo ao interior do nosso país e ele termina a sua jornada desaguando no Rio Paraná. Mas é importante ressaltar que nessa extensa trajetória do Rio Tietê, mesmo após passar pela cidade de São Paulo, ele apresenta um pouco mais de vida quando passa pelos municípios de Itu, Porto Feliz, Tietê e Barra Bonita, sendo esta última cidade de importante destaque por se tornar estância turística e até possuir um sistema de eclusa no Rio Tietê.

Fonte: Revista de Sábado

 

Na foto acima vemos o Rio Tietê passando pela cidade de Tietê, onde sua mata ciliar é rigorosamente cuidada, a Lei Orgânica do município exige recuo de até 100m da margem do rio. Em seu último levantamento, a Comissão Mundial de Águas divulgou uma informação preocupante: 500 maiores rios do mundo encontram-se em estado de poluição alarmante. Contudo, diversas cidades do mundo conseguiram despoluir seus principais rios e transformá-los em lindos cartões postais.

 

O exemplo mais impressionante é o Rio Cheonggyecheon, em Seul na Coréia do Sul, foram 5,8km de extensão revitalizados em quatro anos sendo que na época a metrópole possuía 10 milhões de habitantes. No decorrer do processo de revitalização foram construídos diversos parques lineares que tiveram um papel importantíssimo na despoluição das águas.

cheonggyecheon-visao-aerea-

Rio Cheonggyecheon, em Seul na Coréia do Sul – Foto de disponibilidade online

 

Gostou de ver como os rios devem ser em qualquer cidade do mundo? Confira mais exemplos aqui: http://www.archdaily.com.br/br/01-168964/oito- exemplos-de- que-e-possivel-despoluir- os-rios- urbanos

 

Nossos rios merecem uma atenção que não deve se restringir em esperar do poder público e das industrias, o cuidado com nossas águas também deve vir de nós também, pois devemos valorizar a água que chega em nossas casas, não desperdiçando e usando conscientemente. Para que, por fim, uma cultura ambiental surja, seja praticada e valorizada sempre e assim não precisaremos esperar que rios sejam despoluídos para usufruirmos da qualidade de vida e cidade que eles oferecem.

Sem comentários

Postar um comentário